Folha do ES
Dom, 7 de Ago
Receitas cofril

Home   Estilo     Celebridades


Vítimas descrevem como R. Kelly "destruiu as suas vidas"

Vítimas descrevem como R. Kelly "destruiu as suas vidas"

Algumas mulheres falaram em tribunal antes de o artista ter sido condenado a 30 anos de prisão, nesta quarta-feira.

  Por redação

  01.julho.2022 às 13:03

Desejei morrer por causa do quão baixo me fez sentir", disse uma das vítimas durante a audiência de Nova Iorque.

Outra mulher, muito emocionada, recordou em tribunal que acabou por se tornar uma das vítimas de Kelly depois de ter assistido a um dos seus espetáculos quando tinha 17 anos.

"Eu estava com medo, era ingênua, e não sabia lidar com a situação", disse, explicando a razão de não se ter manifestado na altura. "O silêncio é um lugar muito solitário", afirmou.

De acordo com a BBC, o cantor ouviu sete vítimas no tribunal pouco antes de ter sido condenado a 30 anos de prisão.

"Tenho 45 anos, sou mãe e travo uma luta contra a saúde mental", partilhou uma das vítimas. "Destruiu a vida de tantas pessoas", acrescentou.

"Eu era uma miúda muito jovem, menor, com muitos sonhos e ele cortou os meus sonhos e abusou de mim mentalmente, fisicamente, emocionalmente, de qualquer maneira que possam imaginar", relatou.

"Queria apenas viver uma vida normal e tentar curar-me, mas posso demorar uma vida inteira para me curar. Só porque recebeu a sentença não significa que isto vá passar para nós", desabafou.

Outra testemunha frisou que o artista deixou uma "mancha permanente" na sua vida. "Sentia-me especial porque alguém que era especial para o mundo estava interessado em mim. Espero que fiques na prisão o resto da tua vida".

Mas as declarações das vítimas não ficaram por aqui. Uma mulher, entre outras, lembrou: "Nunca imaginaria que ir àquele espetáculo em setembro de 1994 ia mudar-me para sempre. Estes últimos quatro anos foram um despertar de como o meu silêncio prejudicou outras mulheres. Espero que ele não consiga dormir à noite".

E quando o artista recebeu a sentença, foi uma notícia que "muitas estavam à espera que chegasse".

"Houve várias vezes em que temi pela minha vida e pela vida da minha filha. Espero e rezo a Deus para que todos possamos curar-nos", destacou ainda uma das vítimas.


Fonte: Noticias ao minuto

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2022 Folha do ES. Todos os direitos reservados.